7DCW0045
Geral

Por que ensaiar é fundamental…

 

Na última conferência de louvor e adoração, Engage, durante a sessão que falei sobre desenvolvimento de voluntários, uma pergunta ficou gravada em minha mente: Como lidar com voluntários que não vão aos ensaios mas querem participar no final de semana de qualquer maneira? Esta questão me parece ser mais comum em igrejas do que se imagina. Muitas equipes de louvor enfrentam este problema semanalmente, e em muitos casos, terminam sem ter qualquer outra alternativa do que permitir que o voluntário participe cantando ou tocando, porque em geral a equipe é pequena e o líder de louvor não poder deixar de usar ninguém, pois a única equipe que tem seria incompleta. Deste forma, lideres acabam sacrificando qualidade (usando voluntário sem preparo). É compreensível, mas até um certo ponto.

 

Este “sacrifício” tem nome e se chama “Sacrifício de integridade cristã” e não deve continuar ocorrendo, e se continua por muito tempo é sinal de que algo está errado com a estrutura da equipe, e talvez seja hora de resolver estes problemas, antes que as coisas piorem.

 

Vou recomendar algumas medidas que aconselho ser de grande uso até para igrejas com apenas uma equipe de louvor que lidera no palco todas as semanas.

 

iStock_000005448468Small1. Seja uma EQUIPE – O trabalho da equipe de louvor tem ser em “Equipe” sempre – Expresse ao seus voluntários que eles fazem parte de uma equipe, enquando se trabalha em grupo tudo que fazemos individualmente dentro e fora do palco afeta a equipe toda. Quando uma pessoa se atrasa para o ensaio, afeta o ensaio para todos porque a equipe não esta completa. Para os que cumpriram  o compromisso de ir ao ensaio, foi perda de tempo. Lembre-se, dê ao voluntário atrasado a oportunidade de se explicar. a idéia não é isolar o voluntário atrasado, mas de ajudá-los a entender a importância de compromisso com o ministério. Todo o tempo, ajude seus voluntários a entenderem que você se importa com eles e que deseja que eles continuem a fazer parte do ministério. No final das contas, estamos falando sobre ajudar nossos voluntários a firmar um compromisso sério com Deus e o ministério da igreja.

 

2. Preparação faz a diferença – Quando a equipe de louvor se apresenta para liderar o louvor despreparados, a igreja percebe, causa distração e Deus não é honrado. Não importa quão bons os voluntários sejam individualmente, quando o trabalho deve ser refletido como uma equipe, a falta de preparação será evidente, e terá potencialmente o poder de causar distrações durante o culto devido as falhas causadas por falta desta preparação. Muitos músicos, por exemplo, tem uma habilidade excepcional de tocar instrumentos individualmente, mas quando tocam em grupo ou banda como parte da liderança do louvor da igreja, esta habilidade individual não irá se aplicada  com mesmo valor individuais que se esperada no contexto do trabalho que deverá ser feito em equipe. Para os músicos e cantores, é muito importante entender a dinâmica de se apresentar como uma equipe. Voluntários precisam assimilar e incorporar um mentalidade de que o potencial que cada um deles traz para a equipe, só terá valor real, quando aplicada no contexto de equipe. Compartilhe com seus voluntários que você reconhece os valores que eles individualmente trazem para a equipe, e a equipe não seria a mesmo sem eles, mas esses valores só serão válidos se todos participarem com o mesmo amor e compromisso com a equipe e o ministério.

 

3. Preparação Espiritual  – Preparação não tira o poder da presença de Deus dos cultos – Muitos associam preparação com tirar do Espirito Santo a oportunidade de aparecer dos cultos, dando um idea de que o culto foi perfeitamente arranjado ou orquestrado como um roteiro de cinema. Isto não e verdade. Esta preparação “técnica” que se faz necessária toda semana é muito importante, mas não mais importante do que a preparação espiritual que deve existir dentro e fora do palco, em equipe e individualmente. Muitas equipes estão tão preocupadas com a parte técnica dos músicos e cantores, que esquecem que sem a devida preparação espiritual, o culto de louvor não é nada mais do que um show. Preparação espiritual dá um valor eterno à preparação técnica que deverá ser parte do DNA da equipe de louvor.

 

É necessário calma e paciência para construir uma equipe que está 100% comprometido com o ministério que servem. Vários passarão por pouco tempo pelo seu ministério, eles vão preferir não ficar e participar de algo que requer compromisso. Muitos outros virão para ficar e à estes dê à eles o valor devido e o encorajamento necessário para que eles continuem crescendo espiritualmente, tanto individualmente como em equipe.

 

Sobre o Autor

Joey Santos

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

  • ~text?txtsize=33&txt=350%C3%97250&w=350&h=250

Receba nossa Newsletter

Inscreva-se para receber ainda mais conteúdo no seu e-mail!

Threesome