Programação e Louvor

Louvor e Adoração – Excelência

Pode parecer uma contradição ao falar sobre a excelência dado o que eu disse nos blog anteriores, mas dê uma olhada e reflita. Quando falo em excelência estou simplesmente  falando de honrar a Deus se preparando  e oferecendo o nosso melhor … o melhor que podemos fazer. E eu estou falando sobre a definição do padrão com que adoramos. Durante o decorrer do tempo, uma igreja cresce, Deus acrescenta pessoas, e muitas delas, realmente talentosos na igreja. Mas, mesmo com o crescimento, uma coisa que nunca deve mudar é o padrão de expectativa  para aqueles que estão envolvidos na condução da adoração corporativa. Olhe para estas palavras  do Salmista:  ” Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e gritai de alegria. Salmo 33:3″. Pouco importa Deus se você é apenas “habilidoso“, se Ele não está no que você está fazendo … se Ele não é uma parte do que voce está oferecendo nos cultos. Tivemos momentos em que as pessoas só aparecem  na igreja, quando eles estão no escaladas para cantar ou tocar instrumentos no palco. Quando este é o caso já não escalamos estas pessoas  no grupo de louvor. Assim, honestamente, existe um equilíbrio que  pode ser difícil de manter, mas temos que nos manter firmes no principio de ter um ministério com objetivo claro louvar a Deus. Temos que dar ênfase na excelência quando se trata do culto, mas entendemos que a excelência tem tanto a ver com foco e comprometimento, quanto com a perfeição.

Sobre o Autor

Joey Santos

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

  • ~text?txtsize=33&txt=350%C3%97250&w=350&h=250

Receba nossa Newsletter

Inscreva-se para receber ainda mais conteúdo no seu e-mail!