????
Geral

Falhar ( de vez em quando) é muito bom…

Talvez eu seja minoria neste conceito, mas falhar de vez em quando é bom. Faz bem à sua organização e expõe oportunidades de fazer melhor. Falhas e erros são coisas que muitos de nós preferimos não lembrar, mencionar ou comentar. Preferimos esquecer.

Trabalhando em ministério, por quase 20 anos, aprendi uma lição grandiosa: falhar ( de vez em quando) é muito bom…

O problema não está em falhar ou cometer erros, mas em nossas atitude quando descobrimos o que ocorreu  errado. Culpamos tudo, os outros, os equipamentos, a tecnologia, até o diabo.

Esta verdade se tornou real para mim quando me mudei para os Estados Unidos sem saber falar inglês. Quando comecei a aprender o idioma e tive oportunidades de praticá-lo com americanos, minha maior preocupação era falar corretamente para não fazer feio na frente deles. Com toda essa pressão e sem muita experiência, o que mais comuniquei foram frases que não faziam o menor sentido, e uma conversa que deveria ter durado 5 minutos, durava 20 minutos. Chegou a um ponto onde eu sentia que não era mais uma conversa, mas sim um jogo onde eles tentavam decifrar  código secretos. Depois de alguns meses, resolvi adotar uma nova estratégia, a estratégia onde eu teria a oportunidade de aprender com meus erros. Todas as vezes que conversava com americanos e pronunciava palavras erradas, eu imediatamente pedia para eles me corrigirem. Muitas vezes eles não me entendiam, e com receio de me ofender, não ofereciam correção, mas eu pedia para me corrigirem pois desta forma eu aprendia a forma correta de dizer as palavras. Desde então, meu aprendizado da língua inglesa foi muito mais rápido. Hoje tenho tido o privilégio de pregar em inglês, liderei uma igreja nos Estados Unidos como Pastor interino, pregar em inglês em outros países, exercer o papel de diretor de comunicações em uma mega-igreja, e até exercer o papel de pai dos melhores filhos americanos que se pode ter.

Não existe vergonha nenhuma em admitir que falhou, o desafio reside na sua capacidade de liderar sua equipe e consertar os erros, direcionando-os para a próxima tarefa, sem traumas do passado.

Para minha equipe de voluntários na igreja, eu costumo dizer que nós não vivemos nos erros que cometemos. Por exemplo, um regra básica da equipe é que não falamos de erros ou problemas que acontecem nos cultos durante o final de semana. Esperamos até segunda-feira para tratar do problema. Durante o culto não é uma boa hora de falar de coisas que aconteceram erradas. Se algo não funcionou durante o culto, nós minimizamos o problema, consertamos o que está errado da melhor maneira possível e continuamos o trabalho até que o culto termine.

Recentemente em um documentário na televisão americana, eles fizeram uma análise e investigação das possíveis causas do acidente de avião da Air France em2009. Pela reportagem ficou determinado que depois de uma seqüência de erros e falhas do computador de bordo, o piloto não tinha a menor ideia da tempestade que estava à frente dele. De acordo com a reportagem, ao invés do piloto focar em pilotar o avião manualmente  até passar pela tempestade, a tripulação abordo gastou boa parte do tempo tentando entender o porque o equipamento estava falhando, e como resultado, o piloto perdeu controle do avião completamente, o que resultou na tragédia onde todos abordo morreram. Ainda não se sabe com 100% de certeza se foi isso que aconteceu, e talvez nunca saberemos, mas esta conclusão dos investigadores ilustra o que quero dizer com não focar no problema mas na solução do problema. Quando as coisas não acontecem da maneira que planejamos, só ha duas coisas a fazer, focar no problema ou na solução e esta escolha é sua e da sua equipe. Você e sua equipe tem a responsabilidade de administrar problemas da maneira mais eficiente possível e, com isso crescer, desenvolvendo novos procedimentos que ajudarão a prevenir que esses erros se repitam no futuro. Incentive sua equipe a falar das falhas que aconteceram no final de semana ou no evento, sempre no momento certo, e mostre que juntos vamos descobrir as soluções para todos os problemas. Quando a equipe faz parte da solução, seu trabalho com líder fica muito mais fácil.

Sobre o Autor

Joey Santos

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

  • ~text?txtsize=33&txt=350%C3%97250&w=350&h=250

Receba nossa Newsletter

Inscreva-se para receber ainda mais conteúdo no seu e-mail!

Threesome